sábado

Detesto o Natal

Há aquela frase aterrorizante do "Devia ser Natal todos os dias.", que me dá arrepios espinha abaixo. A única coisa boa do Natal é ser uma vez por ano e isso é olhar para o momento com espírito positivo. Eu sinceramente propunha que o Natal fosse de quatro em quatro anos e que o Campeonato Europeu de futebol fosse todos os anos. Digam-me o que é que o Natal tem de bom? Estar com a família por aí, mas não é realmente preciso o Natal para estar com eles e o melhor mesmo é estar com eles sem as exigências mesquinhas da época. Um Campeonato Europeu de Futebol é uma festa durante um mês, criando-se uma atmosfera impossível de reproduzir. Durante esse mês criam-se camaradagens e empolgamo-nos com os jogos. Em vez de ir para casa, saio para a rua, conheço pessoas, ando basicamente em festa a partir do momento que saio do trabalho. O Natal reproduz-se muito facilmente: aglomera-se família numa casa, compram-se uma data de prendas, passa-se uma noite com a família onde o momento alto é abrir as ditas prendas e fim.

P.S.: sim, ok, aquilo é a consoada, mas o dia seguinte é ainda pior: come-se muito e transladam-se os corpos para a frente da televisão. E eu apanhei um avião pra isto.

3 comentários:

Helena disse...

O espírito de Natal é esse milagre de as pessoas conseguirem fazer boa cara APESAR de tudo...
;-)
Odeio o Natal das comezainas e da orgia de presentes.
Mas gosto daquela espécie de magia de as pessoas terem vontade de serem boas para as outras.
Acho que a diferença em relação aos campeonatos é que essa magia do Natal é uma espécie de renovação interior, enquanto que o campeonato é uma catarse colectiva.
Precisamos das duas.
Natal nos anos bissextos? Por mim, pode continuar anual.

Bem visto: o campeonato também é algo muito bonito de viver. O meu marido disse logo que apoia inteiramente esta proposta. Já são dois.
Mas será que teria o mesmo valor se fosse mais frequente?

abrunho disse...

Eu hei de responder...

VOMITANDO OS PROBLEMAS disse...

Concordo contigo!!!Odeio o Natal!!!
Pura falsidade!!!!E Cristo,nem se fala nessa época.Natal é uma época maldita.Espírito natalino...aff..
se tivessem,as pessoas visitariam uma comunidade de crianças carentes e fariam algo.Natal,é época de falsidade,mentira,de egoísmo,de pensar em si mesmo e só.
Da hora o post!Adorei!!!!

Feliz Natal (kkkkkkk)