sexta-feira

A desnecessidade

Eu detesto viajar nos dias anteriores a viajar. Se vou de férias arengo-me sobre a desnecessidade de me colocar dentro de caixas-rolantes. E carpo-me em silencio, pelas horas nas bichas e as imagens a passar pela janela e a seca, a imensa seca e sair do outro lado e nao estar lá a minha casa. Ando uma semana a sofrer a viagem e durante a viagem estou tao preparada para o desastre, que tudo me parece espetacularmente bem, ótimo. Do outro lado provavelmente divirto-me terrivelmente e no dia anterior á volta começo a sofrer a necessidade que a viagem passe muito depressa para retornar a casa. A ansiedade é tanta que o sofrimento aumenta com a diminuiçao da distancia e quando finalmente chego... Nada.

4 comentários:

Helena disse...

Este post, seguido deste silêncio...
para onde foste, agora?
Ainda estás debaixo da cama, ansiosa para não fazer a mala? Ou já te estás a divertir tanto que te esqueceste do password do blogspot?

abrunho disse...

estou na minha semana de ansia e ando a pensar dizer algo com jeito

Helena disse...

Sabes? Outro dia vi uma foto da Manuela Moura Guedes.
Finalmente percebi o que querias dizer. Pensei que era um daqueles bonecos da Contra-Informação.
Aquilo é mesmo verdade?
Ela queria assim, ou vai processar o médico?

abrunho disse...

é um daqueles exemplos misteriosos de mulheres a terem trabalho para se porem feias

havia uma professora no meu liceu que chamavamos de robialac. ela devia acordar uma hora antes do suposto para por a camada de pintura de cores aberrantes que iria expor para nosso gaudio. tinha mais valido a pena dormir mais uma hora

talvez seja a tal doença desconhecida do Michael Jackson