sábado

Para referência futura

Ponto da situação relativo ao voto dos emigrantes.

Há bibliografia e agora postegrafia.

9 comentários:

Anónimo disse...

Pois é... só agora me dei conta que o diploma já foi aprovado à muito! Facto consumado. E os protestos das associações de emigrantes valeram zaro para o PS e PCP (os partidos que aprovaram)!

SABINE

abrunho disse...

Isto não tem só a ver com os imigrantes, se bem que serão eles que terão de vencer maiores distâncias, já que Portugal é um nico.

O texto da Helena é um exercício que os deputados deviam fazer. Que eles não o façam só demonstra a sua incompetência.

Agora é esperar que chegue ao governo o PSD. E nós cá ficamos a contabilizar as argoladas.

Helena disse...

Alto! O Presidente não vetou isso?
Acho que ainda há essa hipótese - pelo menos, a crónica do Vital Moreira dizia que ainda não tinha sido aprovada pelo Presidente de República - e que, se este a vetar, o assunto fica arrumado.

Já falei disso na caixa de comentários do meu blogue, mas vou-me repetir aqui, porque é importante: o jpt tem acrescentado elementos importantes à questão no ma-schamba. Aqui:
http://ma-schamba.com/politica-portuguesa/mais-sobre-o-voto-dos-emigrantes/

abrunho disse...

Tens razão. Ainda há a esperança cavaca. Mas não penso que fique arrumado. Então não é como a proposta de lei relativa ao divórcio? O Cavaco Silva vetou, voltou ao parlamento, eles mudaram umas coisas e retorna ao Cavaco.

E se arranjássemos uma carta sobre isto que rodassemos pela net com o pedido para passar, mas ao mesmo tempo enviar para os cabeças dos partidos no parlamento?

abrunho disse...

Os presidentes dos grupos parlamentares:

Alberto Martins PS gp@ps.parlamento.pt

Paulo Castro Rangel PSD
gp_psd@psd.parlamento.pt

Bernardino Soares PCP
gp_pcp@pcp.parlamento.pt; bs@pcp.parlamento.pt

Diogo Feio CDS-PP
gp_pp@pp.parlamento.pt

Luís Fazenda BE
blocoar@ar.parlamento.pt; luisf@ar.parlamento.pt

Heloísa Apolónia PEV
gp_pev@ar.parlamento.pt

Anónimo disse...

Helena e Abrunho:
Resta então esperar pelo veto.

Abrunho:
Boa ideia!

SABINE

Helena disse...

Pelo que o Vital Moreira disse, se o Presidente vetar esta lei, ela não volta ao Parlamento, porque as questões eleitorais são parte das incumbências especiais do Presidente da República. Vão lá ler, está muito bem explicadinho.

abrunho disse...

Eu já aqui a querer brincar à ativista e tu mandas-me fazer os trabalhos de casa. Mist...

Helena disse...

podes continuar a brincar, mas com as moradas certas: qual é a do Cavaco Silva?
:-)